À medida que as crianças crescem, cada vez mais buscam explorar ambientes e testar limites. O que eles procuram é um senso de autonomia e autoconfiança, uma importante engrenagem na roda do desenvolvimento. A maneira como os pais lidam com isso é crucial para o desenvolvimento da criança, quando as crianças não estão autorizadas a explorar o ambiente onde moram e vivem restritas, com limitações ou são punidas pelos pais, elas desenvolvem uma sensação de vergonha, dúvida ou medo.

Ter autonomia não significa que uma criança possa fazer o que gosta tomando decisões em nome dos pais, autonomia não é permissividade. Autonomia é possibilitar a criança e torná-la capaz de explorar livremente dentro de limites seguros, estabelecidos pelos pais.

É importante ressaltar que estamos falando aqui sobre dar aos filhos um “sentido” de autonomia, não a própria autonomia. Aconselha-se a construção da confiança no primeiro ano escolar e promovendo um senso de autonomia no segundo e terceiro ano.

Os pais muitas vezes acreditam que as crianças estão sendo desafiantes e apresentam um mau comportamento de forma intencional, quando na verdade, estão sendo oprimidos por suas próprias necessidades de desenvolvimento na busca de exploração. Entender isso e reagir apropriadamente significa que conceitos abstratos como “não” e “ bater” são considerados inúteis e inadequados.

As crianças são muitas vezes sobrecarregadas com muitas escolhas incorretas e muitas vezes são colocadas em uma posição de responsabilidade pelos pais pedindo opiniões sobre as coisas que devem ser de adultos, muitas vezes criando crianças exigentes e ansiosas. Os assuntos tais como a escolha de uma roupa, hora de dormir ou um passeio, não devem ser de responsabilidade de uma criança.

Ocorre também o caso de pais que restringem seu filho a um cercadinho assim que começam a se movimentar. O efeito colateral desta falta de estimulação intelectual dificulta o desenvolvimento do cérebro e do músculo, tão essencial nos primeiros três anos. A promoção da autonomia ajuda a desenvolver as habilidades de vida necessárias quando os pais não estão mais ao seu redor.

PROMOVENDO A AUTONOMIA SAUDÁVEL.

Quando uma criança tem um senso de autonomia saudável, ela respeita as fronteiras estabelecidas pelos pais. Ela sabe que é livre para explorar o mundo seguro criado para eles e vai desenvolver o sentido de fazer escolhas saudáveis. Nós, como pais, podemos promover isso, através de nossas atitudes e ações. Isto significa:

Seja gentil, mas firme. Sempre siga fazendo o que você diz que vai fazer. Mesmo as crianças novas devem ser dadas a oportunidade de terminar uma atividade antes de iniciar a outra.

Ensine seu filho fazendo. Isso significa menos conversa e mais ação. Por exemplo, a maioria das crianças gosta de bater nos pais, em outras crianças ou em animais de estimação. Este comportamento é apenas de exploração. Muitas vezes cometemos o erro de dizer-lhes para não bater ou batemos da mesma forma. Modelar comportamento significaria tomar a mão da criança e dizer o que fazer, nesse caso, um carinho.

Incentive o seu filho a pensar. Ofereça escolhas limitadas (todas as quais são aceitáveis) e evite escolhas abertas que promovam “não”, como: “você quer ir para a cama?”. Ao invés disso pergunte: O que vamos fazer antes de dormir?

Use uma distração ou redirecionamento. Este é um dos principais instrumentos de uma disciplina positiva. Ensinando uma criança o que ela pode fazer em vez de dizer o que não pode. Ao explorar um objeto impróprio a criança já é punida e não é dada nenhuma alternativa, apenas um NÃO, conduzindo à frustração, à dúvida e à vergonha. Distração eficaz significa dar à criança uma atividade alternativa adequada, tendo o envolvimento dos pais. Isto precisará ser repetido e é ai que entra o tempo e a paciência. Evite bater ou usar palavras duras.

Evite lutas de poder. Um abraço e um pouco de tempo significam mais do que gritos e discussões envolvendo “sim” e “não”.

Um ambiente seguro recheado de muito carinho e atenção irá proporcionar um desenvolvimento saudável e rico em descobertas que serão fundamentais para a vida da criança.

Com essas dicas você auxilia na aquisição da autonomia e torna seu lar cada vez mais agradável.

Texto por Carolina Córdoba e Letícia Mello

Psicopedagogas da Transformar Espaço Multidisciplinar

Deixe um Comentário

Sobre

Desenvolvemos um trabalho na área da educação e da saúde sendo referência no que se refere a aprendizagem e desenvolvimento do sujeito.

Atendimento

Segunda a Sexta
08:00 - 12:00 e 13:00 - 19:00

Contato

Matriz

R. Bolonha 59 - Pagani - Palhoça/SC
Telefone: (48) 3374-6463
Celular: (48) 98446-3967

Transformar Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Agência Vortex

× Atendimento Whatsapp